Pai é acusado por roubo após tomar celular da filha de 12 anos
   Jim  Ferrari  │     2 de fevereiro de 2016   │     8:00  │  0

Um pai foi acusado de roubo depois que tomou o telefone celular de sua filha de 12 anos de idade.

Ronald Jackson, de 36 anos, do Texas, EUA, contou que teve a atitude depois de encontrar um texto que julgou inadequado, de sua filha com uma mulher. “Eu estava sendo pai. Você sabe, uma criança faz algo errado, você deve ensinar-lhe o que é certo”, disse o homem.

Após isso, Michelle Steppe, mãe da menina e ex-mulher de Ronald, foi a casa do homem e pediu que ele entregasse o aparelho – iPhone 4 – comprado por ela. Como o ex se recusou a entregá-lo, ela chamou a polícia.

“Nesse ponto eu decidi que a polícia não interferiria em minha capacidade de pai com minha filha”, relatou Ronald.

Três meses após o incidente ele foi acusado de roubo. Meses depois o homem teve a oportunidade de fazer um acordo judicial se devolvesse o telefone, mas contratou um advogado e pediu um julgamento com júri.

A polícia relatou ter feito várias tentativas para conseguir o telefone de volta, mas sem sucesso. O juiz entendeu que Ronald não era culpado da acusação que sofreu.

Tags:, ,

>Link  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *